Institucional
Sobre o Elas
Sobre o Elas
Conselhos e equipe
Concursos
Como contribuir
Trabalho voluntário
Notícias
Fale conosco
Fale conosco
 
Assine nosso boletim
Nome
E-mail
 
   
 
   
   
   
Siga-nos no Facebook! Siga-nos no Twitter! Conheça nosso canal no YouTube!

Notícias

Fundo ELAS estabelece parceria com Viralize, plataforma em prol da cultura de doação no Brasil (10/8/2018)
ELAS

O Fundo ELAS estabeleceu uma nova e potente parceria com a Viralize, uma iniciativa do Estúdio Cais, com o apoio do Fundo BIS, que atua em articulação com diferentes setores da sociedade civil, com o objetivo de ampliar a cultura de doação no Brasil.
 
A Viralize conecta causas e projetos a influenciadores digitais, buscando trazer novos públicos e formadores de opinião para a conversa sobre a cultura de doação e a filantropia para a justiça social no país.
 
A plataforma reúne um “cardápio temático”, com causas e organizações como o Fundo ELAS, que atuam por transformação social. A cartela de causas é oferecida pela equipe do projeto a influenciadores com potencial de atingir grandes audiências. Além disso, a plataforma disponibiliza conteúdos para doadores e influenciadores tirarem todas as suas dúvidas sobre doação, conhecer mais sobre as formas de doar, a importância das organizações sociais para a conquista de direitos democráticos e baixar todos os materiais para viralizar a iniciativa.
 
Conversamos com Rodrigo Bueno, idealizador da iniciativa, sobre o Viralize, a parceria com o Fundo ELAS e os desafios para ampliar a cultura de doação no Brasil. Confira a entrevista:
 
O principal objetivo do Viralize é ampliar a cultura de doação no Brasil. Qual é a importância desse movimento e quais são os principais desafios?
 
Existe um enorme potencial de doação na sociedade brasileira. Esse movimento surge da necessidade de ampliar uma prática pouco comum no Brasil: a doação contínua para projetos e organizações que já atuam na ponta, na raiz de grandes causas como educação, saúde, cultura, meio ambiente e direitos humanos. Precisamos mudar o quadro, chamar gente nova para o jogo democrático, desmistificar questões sobre a doação e sobre instituições sociais, e assim - conectando diferentes atores da sociedade - garantir direitos humanos básicos e fortalecer nossa democracia.
 
Por que vocês elegeram o Fundo ELAS como uma das organizações indicadas pelo Viralize para receber doações?
 
O Fundo ELAS entra na causa Direitos Humanos e está com a gente, compondo esse movimento pela cultura de doação no Brasil, porque cumpre um papel muito importante na sociedade que é olhar com muita atenção, e exclusividade, para a questão das mulheres e suas lutas, ainda muito latentes e necessárias nos dias de hoje. Acompanhamos este trabalho há anos. Observamos a experiência com essa temática e o impacto social envolvido ao longo da caminhada. Acreditamos que mais e mais pessoas precisam estar cientes disso e que é possível ajudar para que o trabalho não pare e continue crescendo. O VIRALIZE busca abraçar em sua rede de conexões os mais diversos públicos para doar e para receber esse apoio, e o Fundo ELAS, junto com outras organizações (são 50 na plataforma!), consegue trazer essa visão sólida de um trabalho social bem feito que merece apoio para continuar atuando pela prevenção da violência contra as mulheres; promoção da autonomia econômica, do empreendedorismo e do fim da pobreza de mulheres; expansão do acesso à saúde; ampliação do acesso à cultura, comunicação, arte e esportes e promoção da equidade étnica e racial e promoção de um meio ambiente justo e sustentável. Em um momento tão delicado de nosso país, quando olhamos para o campo dos direitos, isso tem que ser valorizado.
 
Qual é a importância de conectar doadoras/es à causa dos direitos das mulheres?
 
Primeiramente, precisamos avançar na agenda dos direitos humanos básicos, pautas do feminismo e da busca por equidade. A importância está em acreditar que com as conexões, que formando uma rede, mais e mais pessoas vão conhecer o trabalho que é feito com esse foco e podem, assim, passar a acreditar e colocar energia pra esse motor de projetos girar. As mulheres ainda têm uma lista grande de conquistas pela frente, no Brasil (e no mundo) ainda temos altos índices de violência, são elas que ganham menos em cargos tão importantes quanto os dos homens, são as mulheres que lutam, dia após dia, para ter direitos de decisão sobre seu próprio corpo. É doando para organizações da sociedade civil que essas vozes podem ser levadas além e, quem sabe, causar grandes mudanças.
 
Como as pessoas podem se engajar e fortalecer as causas reunidas no Viralize?
 
A questão aqui é falar sobre o quanto é importante promover a cultura da doação no Brasil e viralizar essa ideia. Por isso, influenciadores, organizações sociais e potenciais doadores podem doar e divulgar, podem falar sobre uma causa ou organizações específica que está na plataforma, podem fazer um post sobre o tema...o importante é colocar o assunto na pauta:
 
Você pode citar o VIRALIZE nos seus stories ou comentar nessa mesma ferramenta sobre organizações que estão esperando apoio e que tem a ver com o seu interesse. Aí é só marcar o @viralizedoacao e a organização que estiver chamando pra doação!
Fazer um post no Instagram, Facebook ou qualquer outro meio de comunicação falando sobre a cultura de doação e como nos conectando isso pode melhorar. 
Doando e viralizando nas suas redes sociais. A gente quer é que as pessoas conheçam as instituições e que é possível doar e apoiar grandes causas.
 
 
Acompanhe a Viralize no Facebook e no Instagram.
 
 
 
Tel +55 (21) 2286-1046 / Fax 55 (21) 2286-6712 - E-mail: elas@fundosocialelas.org
Site desenvolvido por FW2 Agência Digital